22 de junho de 2009

Quem está com a razão?



Olá, amigos d'A Caricatura!
Se tem uma coisa que eu aprendi com a vida de casado é: urge saber quando a razão está predida. Para mostrar tais pormenores pedagógicos, segue relato de peripécia própria...
Em matéria de serviços domésticos, sou o pai dos inaptos; desenho e escrevo, mas se a demanda tratar do conserto da pia, pode ter certeza que sai mais barato chamar o mais caro dos profissionais. Na semana última, Helena, minha digníssima senhoura, já havia dormido quando eu, como sempre trabalhando às altas horas, percebi que nossa cama estava levemente inclinada. Coisiquica à toa, como diria minha avó, mas para minha visão de caricaturista tratar-se-ia de uma desarmonia intolerável - menos pela falta de simetria e mais pela falha estética. De imediato joguei-me ao chão, heroicamente, e tratei de verificar o mal que havia usurpado a retidão do milenar aparato de descanso. Naquele momento deixei de ser inapto para com essas coisas; era o maior dos reparadores caseiros do planeta!
Já no primeiro ruído, Helena acordou e exigiu explicações sobre o porquê de tamanha perturbação:
- Estou consertando a cama - disse eu, com ar de majestade doméstica, ainda embaixo da cama.
- Mas isso é hora?
- É rápido, já vi o problema.
- Você vai quebrar mais - retrucou Helena num sobressalto, deixando a cama livre -, espera até amanhã... onde já se viu, fazer essas coisas numa hora dessas...
Em meio ao palavreado de descrédito de Helena, respondi (um tanto aborrecido):
- Você precisa confiar mais em mim, amor.
Eu havia vencido! O pequeno parafuso que, frouxo, provocara o desnível, já estava no lugar! A razão era minha! Nesse momento a cama quebrou e o estrado caiu sobre o meu nariz, rasgando-me a pele e fazendo-o inchar até ficar quase adunco. Desvincilhando-me do que sobrara da cama, com as faces embebidas em sangue, encarei o sorriso cínico de Helena e bradei:
- Está contente? Falou tanto que fez a cama quebrar!
Se aprendi outra coisa com o casamento, foi a seguinte: não importa quem está com a razão; eu sempre saio com o nariz sangrando.

Grande Abraço!

A ilustração acima foi para o grupo da Carta Capital.

9 comentários:

Patrícia disse...

Ola, bom dia...
Estive passando pelo site Veja Blog e vi o seu na lista, então tive a curiosidade de conhecer, e valeu a pena, muito interessante, gostei bastante, vou estar por aqui sempre que puder.
Aproveite para conhecer meu blog também (www.saudeemcasa.zip.net) e se for possivel vote em mim também, claro se for possivel e do seu agrado, estou participando de um concurso chamado TOP BLOG, é só clicar no selo verde e seguir as instruções.
Muito obrigada pela atenção.
Tenha um ótimo dia
Patrícia

fransouza21 disse...

Adorei Toni !
Nós mulheres sempre temos a razão!

Bjo para o casal!

Fran

Helena disse...

1. Eu não dei sorriso cínico, estava com sono.
2. Até agora vc não me convenceu sobre o motivo de arrumar a cama, que está há meses com o pé torto, justamente quando eu estava dormindo.
3. Vc também não sabe trocar lâmpadas, eu sou a responsável por isso aqui em casa.
4. A cama está quebrada até agora. Podemos chamar um marceneiro?

Clayton Ângelo disse...

D'Agostinho, obrigado pela visita...gosto muito das variáveis em seu trablho. Mesclando estilos e efeitos. Abraço.

Karina disse...

Ok...seu banner já adicionado...
só falta você!
gostei dessa caricatura^^
pega aki:
http://videosdog.blogspot.com

Biblioteca Pública Municipal Dra. Maria Inês de Farias disse...

É melhor ouvir sua esposa, elas sempre tem razão.

Rodrigo disse...

Toni. Ainda bem que era um problema na cama. Fosse no fogão e você estaria na sessão de queimados do Hospital das Clínicas. Aliás, nem pense em fazer arremedos no chuveiro! Contudo, fico tranqüilo com o fato de você morar a poucos metros da Santa Casa! Misericórdia!
Abraço do Estramanho

KathY CatherYne disse...

KKKKK, rachei de rir! Conforme fui lendo o texto fui imaginando toda a cena... não sou nem nunca fui casada, mas passo por algo parecido aqui em casa com a minha mãe: ela SEMPRE tem razão! Ou seja, eu vou lá e dou cabeçada na parede e depois eu me encontro numa situação parecida com a sua no final da história XD

Coisas da vida...

Fabi disse...

Muito bom!!!
Hele... realmente entregue nas mãos de Jah!

Beijos ao Senhor e sua Senhoura! hehehe
Fabi!